terça-feira, 29 de março de 2016

#Livros Wattpad

Bom dia amores *-*

É, eu viciei nos livros do Wattpad (srrss) e parabenizo todas pelas histórias lindas e incríveis que eu li e pensando nisso, vou compartilhar os que li e gostei muito, (decisão difícil).

E não é divulgação, ok?
Apenas compartilhando gosto literário :p


1 - Da escritora Carla Klem    
2 - Da mesma escritora Carla Klem


3 -  Amei por demais essa história .... 
4 -  História irresistivel ... ainda em andamento no wattpad, mas completo na Amazon

   5 - Este livro não poderia faltar.... 



6 - Da escritora Beatriz Santos9- 

Apenas um Olhar

Não encontrei a capa para destacar aqui
Mas, o nome estão corretos e é linda a história.


7 -  Intenso demais ... ameii  Da escritora Juisantos


Amores são esses os livros que eu amei ... indico e claro que sempre irei postar os livros que leio por lá, apenas divulgando gosto literário .... 
Claro que muitos leitores brigam com os "erros de português" que são encontrado nos livros, mas esse aplicativo super viciante é o inicio para todo escritor, foquem mais na história que está sendo publicada, sejam menos exigentes quanto ao modo de escrever. 
Nós brasileiros temos que dar chances para os escritores brasileiros se destacarem, mostrar o talento para escrita, todos erramos na hora de escrever o PT-BR 
Herrar é umano.

Boa leitura á todos :*
E se quiserem indicar algum livro do Wattpad - ficarei feliz em ler :))

domingo, 27 de março de 2016

Lord Byron - biografia

Boa tarde amores ... 
Feliz Páscoa á todos e vamos de literatura hoje no blog ... 

Uma pequena biografia de mais um escritor no marco romântico que caracterizado no gótico.

George Gordon Noel Byron foi um importante poeta do século XIX, um dos principais representantes do romantismo inglês. Exercendo grande influencia na literatura da época. 
 Nascido em Londres, Inglaterra, aos dez anos de idade herdou o titulo nobiliárquico de um tio avô, tornando-se o sexto Barão dos Byron. Enquanto estudante publicou seu 1º livro de poesias, "Horas de Lazer" que foi mal recebido pelas criticas.
 Em 1912, de volta á Inglaterra publicou os dois primeiros cantos de "Peregrinação de Childe Harold", londo poema que narra suas andanças e amores de um herói desencantado, ao mesmo tempo, que descreve a natureza da Península Ibérica, Grécia e Albânia. Sua obra alcançou grande sucesso.
 Com as obras "O Corsário" e "Lara", ambas publicadas no mesmo ano e "O Cerco de Corinto", sua fama foi consolidada. Após um ano de casado pediu o divórcio, escândalo para a sociedade inglesa, que o associou aos rumores de incesto do poeta com sua meia irmã e então ele se muda para Suíça.
 Logo escreveu o canto III de "Peregrinação de Childe Harold" e "Prisioneiro de Chillon", no ano seguinte publica o poema dramático "Manfredo".
 Casou-se novamente em Genebra e teve um filha. Em 1818 publicou canto IV de "O Prisioneiro de Chillon". No ano seguinte inicia o poema "Dom Juan", obra essa que relata sua vida pessoal, mas deixou inacabada.
 Byron criou diversos personagens sonhadores e aventureiros, que desafiavam as convenções morais e religiosas da sociedade burgues, ele mesmo foi, com sua vida agitada, um tipico herói romântico. A própria figura confundia-se com a de seus heróis: orgulhoso, irreverente, melancólico, misterioso e conquistador. Uma aura de mito foi sendo criada em torno de seu nome, gerando imitadores e admiradores por toda parte. No Brasil, Álvares de Azevedo é o poeta que mais reflete a influencia de Byron.
 Defensor da liberdade engajou-se em vários movimentos revolucionários.
 Em 1824, Byron faleceu com uma misteriosa febre.


Porque eu amo literatura .... :))

Amores essas obras de Lord Byron tem no site SKOOB 
e os que eu tenho são todos em espanhol o/ 
sendo assim vou traduzir um trechinho e faço outro poste
com os trechinhos, certo? 

Mas, vou por aqui algumas frases :)



Amores, vou fazer de um tudo para não deixar o blog abandonado por duas semanas. srrs

Até o próximo poste 
:**

terça-feira, 22 de março de 2016

Filosofia Medieval - introdução

Boa tarde amores *-*

*O* quanto tempo sem postar nd ... Jesus srrsrs

blog APENAS ESCRITURAS  não irá acabar, não irá sumir do ar ... é q a dona (eu) estou com muitíssimo pouco tempo para internet, confesso que estou aos poucos estou atualizando meu livro (o que não está fácil).

 Mas o blog está no ar desde 2010 e não sairá do ar, terá menos postagens, mas continuarei com os assuntos de filosofia, literatura, livros que leio, enfim o que vocês já acostumaram ver aqui.

O blog é meu cantinho, uma forma de relaxar enquanto compartilho o que amo :)

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Mas, hoje vamos dar introdução ao assunto novo da Filosofia

 FILOSOFIA MEDIEVAL - vamos entende-la um pouco e conhecer seus filósofos.

A Igreja de um lado, árabes de outro.
 Durante a Idade Média, a filosofia no Ocidente assume uma face teológica, na qual a principal preocupação era equilibrar razão e fé. Enquanto isso, no Oriente, Platão e Aristóteles continuam arrebatando seguidores.

 Quando criança, Alexandre, o Grande, o maior conquistador do mundo antigo, teve Aristóteles como tutor. Alexandre morreu aos 32 anos, e sua despedida marcou o fim do domínio cultural, político e filosófico da Grécia no mundo antigo.
 A influencia da cultura romana no mundo foi forte o suficiente para deixar os pensadores gregos no esquecimento por alguns séculos. Em 313 d.C, o cristianismo ganhou força com o Edito de Milão, o que decretou a liberdade religiosa em Roma. Dois séculos depois, com a queda do Império Romano, começou a era total de domínio da Igreja na Europa Ocidental, período que durou quase mil anos, A abordagem grega de filosofia como uma reflexão exclusivamente racional, independente dos credos, sumiu.
 Durante toda a Idade Média, os pensadores se concentram em temas religiosos, uma cruzada inaugurada por Santo Agostinho, o primeiro a fundir a doutrina cristã com abordagens da Grécia clássica. Todos esse esforço de unir a religião + pensamento crítico foi a principal tarefa escolástica, corrente que nasceu nos monastérios e buscava uma justificação racional para a crença em Deus. A igreja controlava o processo de conhecimento na época e criou as primeiras universidades.

OBS: A igreja controla ou tenta controlar o hoje??? Boa pergunta.

 Mas essa história de controle, era apenas no Ocidente, pois na mesma época no Oriente, especialmente nas regiões que haviam pertencido ao mais célebre aluno de Aristóteles, Alexandre, a cultura grega clássica, não por acaso, continuava viva.
 Por meio de fontes islâmicas, pensadores cristãos começaram a dar mais atenção ás obras aristotélicas e platônicas e acharam pontos de compatibilidade entre o cristianismo e a filosofia clássica, que alcança seu ápice com Santo Anselmo, considerado o pai da escolástica, aquele que melhor encontrou um equilíbrio entre fé e razão.


Então essa é a introdução da nova era filosófica.
 Aos poucos vamos conhecendo os filósofos dessa era e seus pensamentos.... Por hoje é só de filosofia e próximo poste conheceremos Santo Agostinho, um importante teólogo e filósofo dessa era..... 


sábado, 12 de março de 2016

Só - Edgar Allan Poe

Boa tarde meus amores *-*
Sabadão de preguiça ... nada mais belo que ler um pouco de poesia...

Antes de iniciar o poste eu queria colocar uma pergunta e responde quem quiser:
 - Quando mencionado poesia gótica, porque as pessoas ficam apreensivas? Tem medo?

Desde muito nova que eu não me rotulo, mas o gótico sempre esteve presente em minha vida e eu cresci vendo as pessoas com medo e receio quando a palavra era pronunciada ou quando uma musica ou poesia era falada, eu nunca entendi o motivo, pensei muito que talvez fosse preconceito, mas ao decorrer dos anos eu vi que não é "preconceito" e eu ainda vou procurar uma definição, mas enfim a pergunta fico no ar.

Chega de bate papo e vamos para poesia gótica ^^ amoo

E o escritor de hoje é Edgar Allan Poe - foi um autor, poeta, editor e critico literário americano, integrante do movimento romântico americano.

Poesia:


Desde a infância eu tenho sido
Diferente d'outros - tenho visto
D'outro modo - minhas paixões
Tinham uma outra fonte e
Minhas mágoas outra origem -
No mesmo tom não despertava
O meu coração para a alegria -
o que amei - eu amei só.
Então - na infância - a aurora
Da vida atormentada - estava
Em cada nicho de bem e mal
O mistério que me prendia -
Da correnteza, da fonte -
Da escarpas rubras do monte -
Do sol que me rodeava
Em pleno outono dourado -
Do relâmpago nos céus
Quando sobre mim passava -
Do trovão, da tormenta -
E a nuvem tem a forma
(Quando o resto do céu é azul)
D'um demônio aos meus olhos.


Ao decorrer eu colocarei as biografias dos escritores românticos, ou seja, gótico.

:**

quarta-feira, 9 de março de 2016

Repetição na escrita

Boom dia amores *-*

Outro poste de dicas na hora da escrita ....

Essa semana terminei de ler alguns livros no Wattpad (viciada nesse app e nos livros), não vou citar o nome dos livros, mas alguns erros bobos deixou o livro com outro cara.
 O que eu quero dizer é: a repetição do "e", "ele" e "ela" foram gritantes.

Ex: Gaby é linda. Ela é baixa, ela é loira, ela é bem feminina ....  Gzuiiiiis 

Não riem porque isso estava no livro e na hora de ler, automaticamente eu fui cortando o "ela".

 Ex: Douglas me levou para jantar. chegando lá ele me ajudou descer do carro, ele entregou a chave ao motorista, ele me conduziu até a mesa, ele me..... Gzuiiiiiiis ..... LOL

 Isso é um erro gravíssimo !!!!!

 Ex: [...] Estavamos tomando banho juntos e Marcos fazendo graça em me esquentar pegou o sabonete e passou pela minhas costas, e depois pelas minhas nádegas e desceu para meu sexo e quando dei por mim seus dedos estavam me penetrando.... haha cena boa né, srsrrs ... Gzuiiiis

 Quantos, e, ela e ele .... sem necessidade dessa repetição.

 No primeiro exemplo você já falou que Gaby é linda, não precisa repetir o "ela" para descrever a personagem basta colocar a famosa ( , ) virgula. Que todos esquecem e quando colocam a bendita, posição errada ... mas esse é outro assunto.

 No segundo exemplo é o mesmo que eu falei no caso da Gaby, usando a ( , ) e nao se esqueçam que quando colocamos ponto ( . ) é sinal que encerrou a cena, se vai iniciar o mesmo relato, inicie com o nome do personagem ...
 Ex: Douglas me levou para jantar. Chegando lá, Douglas me ajudou a descer do carro, entregou a chave ao motorista e conduziu-me a mesa que ele reservará para dois no restaurante Italiano.

 Depois que vocês pegam a manha da escrita, as regras do português saem automaticamente.

 Terceiro exemplo, a-ha coloquei uma cena picante para reforçar o poste anterior. Evite os "e", isso eu aprendi na minha 5ºsérie (eu acho) sim faz um bocado de tempo rsrssr .... Como evitar os "e"?

 Ex: [...] Estávamos tomando banho juntos e Marcos fazendo graça em me esquentar pegou o sabonete e com movimentos leves começou a massagear minhas costas, descendo aquela sensação maravilhosa para minhas nádegas, em seguida suas mãos com o sabonete estavam em minha virilha, fechei meus olhos sentindo suas mãos em meu corpo e sua boca em minha orelha e quando dei por mim seus dedos estavam me penetrando....  cena boa né, rsrs

 Como disse, reforçando o poste anterior, uma cena picante sem os "e" e muita ( , ). Cena picante corrida é essa, sem detalhes do tipo: local do banheiro onde estavam (banheira, chuveiro...) , essa é a rapidinha onde a cena é concentrada apenas nos personagens e ações...

 Temos outra substituição .... "cuja" e "cujo" - não são muito usados e tem suas exceções e ficará para o próximo poste.

 Queridos, é bom escrever? Sim é maravilhoso, mas nós nao escrevemos como falamos, ok?

 Boa escrita a todos :**

segunda-feira, 7 de março de 2016

Poesia - Um hino aos corações

Bom dia amores *-*

Ficou um pouco atrasada essa postagem, mas hoje vocês conheceram outro poeta brasileiro ele é de Santa Catarina e o livro é de fabricação própria.

Iniciando a semana com poesia para alimentarmos nossa alma não a coisa melhor ...

Fizemos uma troca, ele me deu seu livro e eu lhe enviei o meu... eu como amo poesias (avah), e eu amei as poesias desse livro, claro que minha biblioteca particular amou ganhar outro livro maravilhoso, compartilharei com vocês, apenas duas poesias para conhecerem a obra do autor.

Nome do autor: Ediberto Luiz da Silveira
Livro de bolso: 91 paginas.

A Saudade

Quem pode afirmar,
Com suas palavras,
O que é a saudade?
Com certeza, todo aquele
Que tem do que recordar.
Quem teve uma infância,
Quem teve um mínimo
De vivencia nesta vida
Pode, de um certo modo
Sentir saudade.
Saudade é algo que
Pertence unicamente
Ao ser humano,
É algo que:
Pode nos alegrar ou entristecer,
Dependendo do que 
Se trata essa tal saudade.
Saudade é algo que
Todos ser humano sente,
As vezes dos tempos
De infância
Dos tempos de escola,
Da juventude,
Dos primeiros encontros amorosos.
Todos tem motivos
Para sentir saudades.
E saudade muita vezes nos faz recordar,
De momentos que jamais
Se apagarão de nossa
Memória mental.


E


Quantas vezes

Quantas vezes eu parei pra 
pensar onde errei, onde
acertei, que caminhos devia
ter percorrido, quais os que
tropecei, qual deles me
alegrou mais. Tantas 
perguntas, tão poucos respostas.
Quantas amei, 
quantas odiei. Que motivos
me fizeram perder quem eu 
gostava, que motivos me 
fizeram abandonar quem
gostava de mim... o tempo
passa... e a gente acaba 
percebendo que a vida é
simples e complexa, clara e
misteriosa e que é inútil
entende-la, basta ser vivida.

Iniciando a semana com poesia não a coisa melhor.
:**

quinta-feira, 3 de março de 2016

A verdade está no mundo á nossa volta - Aristóteles

Booa tarde meus amores *-*

E para aqueles que pensaram que Filosofia havia morrido aqui no blog, estão enganados ...

Hoje conheceremos mais uma pensador da FILOSIA CLÁSSICA

ARISTÓTELES

 Nascido em Estagira, no nordeste grego, Aristóteles foi ainda criança para Pela (capital da Macedônia) quando seu pai Nicomaco, foi chamado para ser o médico do avo de Alexandre, o Grande. Por volta dos 18 anos, ficou órfão e gastou o que herdara do pai em vinho e festa. Em 367 a.C, ele partiu para Atenas e ingressou na Academia de Platão - e de bon vivant se tornou um dos maiores gênios da filosofia.
 Aristóteles entrou na escola apenas como ouvinte, mas Platão logo percebeu que ele não era um aluno qualquer e lhe deu a missão de lecionar retórica. Ele permaneceu na academia por volta de 20 anos até a morte do mestre, quando insatisfeito com os rumos que a escola tomava, seguiu para a Macedônia para dar lições a Alexandre, o Grande. Mas entes se casou e teve Nicomaco, seu único filho.
 O filósofo não acreditava na teoria do mundo das ideias apresentadas no Mito da Caverna. Para ele, o mundo real, a natureza, não tem nada de ilusório. Aristóteles acreditava que a verdade está neste mundo e não em um universo paralelo, como acreditava Platão. Aristóteles dizia que eram os homens que formulavam os conceitos a respeito das coisas parar poder reconhece-las.
 Veja o exemplo de uma cadeira. Depois de observar centenas de cadeiras, nós mesmos poderíamos definir o que era o conceito de cadeira e, desta forma, reconheceríamos um exemplar quando nos deparássemos com uma. E a cadeira na qual estamos sentados agora é apenas um simulacro de uma cadeira verdadeira existente no mundo das ideias, como Platão diria. O pupilo também não acreditava na dialética como um método seguro de conhecimento.
 Para Aristóteles, debater ideias é bom para a política e a retórica, mas não é indicada para a filosofia ou para a ciencia. Assim, ele fundou a lógica, que definiu como um instrumento seguro para conhecer o mundo.
 As contribuições aristotélicas na metafísica, retórica, ética, filosofia, política, além da matemática, da física e da zoologia, são ainda citadas hoje em faculdades mundo afora. Apenas a medicina passou ao largo da erudição aristotélica, mas até para isso o genio tinha uma resposta: ele se focava em áreas que tinham déficit de conhecimento, o que julgou não ser o caso da medicina. Além das contribuições á ciencia, é de Aristóteles uma das ideias mais originais sobre felicidade. Desde Sócrates, os filósofos vinham se perguntando como, afinal, o ser humano deveria viver. Aristóteles acreditava que era preciso buscar a felicidade.
 Ele usava a palavra eudaimonia para explicar que felicidade era na verdade uma busca racional para se tornar um humano melhor, justo e bom. Mas ele também não era ingenuo e sabia que ser feliz dependia de alguma forma dos bens materiais, já que eles facilitam a prática de ações nobres.


 E para você, como o ser humano deveria viver? Buscando á felicidade?

Ótima pergunta né? Deixo vcs tirarem suas conclusões ... 

Filosofia Clássica se encerra aqui com Aristóteles, semana que vem iniciaremos Filosofia Medieval ....

Até a próxima :**

O Castelo de Lobo

             Boa tarde gente bonita .... Maratona de livros dessa semana , mas para não fazer uma postagem muito grande, vou divid...