terça-feira, 19 de outubro de 2010

Matando a curiosidade das pessoas

Muitos pergunta se Existem bandas vampirescas!
Aí vai a resposta:
- Pois Sim, e muitas!! A maioria delas toca o chamado de Gothic rock, Dark Metal, ou mesmo o Black Metal.Geralmente, essas bandas possuem uma maneira de se trajar que remetem a escuridao e seres das trevas.Vestem muito preto, adornos de metal e pontiagudos.Sao pessoas melancólicas e que nao se enquadram no padrao vigente da sociedade.As letras das musicas versam sobre Vampirismo, Culto ao sangue, Noite, Trevas, Morte, Solidao, Paixao e até mesmo Romance. Alguns desses grupos sao:Cradle of Filth, da Inglaterra; Type O Negative, EUA; The Bloody Cult, EUA; Theatre des Vampires, Italia; Mandragora, Alemanha; Siebenburgen, Suécia; Twin Obscenity, Noruega; Notre Dame, Suécia; Vorphalack, Grécia; Vampire Hall, Grécia; Mercyful Fate, Dinamarca; Jangli Jaggas, Paquistao; Moonblood, Alemanha; Vampire, Alemanha; Voiceless Void, Russia; e Lamia Antitheus, Suécia - dentre vários outro.
O que é o gótico?
Respondendo a perguntas:
- O sentidooriginal da palavra gótico vem de povos que vagavam pela Europa desde antes de 300 a.C. A principal influencia do passado, que a cultura gótica possui, vem da segunda fase do romantismo, o "mal do Século". Sendo o romance gótico conhecido como a "literatura do pesadelo", romances onde sao explorados o eu interior, o conflito entre a emoçao e a razao e a teoria do caos. Gótico é mais que um conceito, é um estilo de vida e uma filosofia que tem suas raízes no passado e no presente. Os góticos sempre foram voltados aos movimentos musicais, literários e arquitetonicos, possuidores de um humor pouco compreendido, sendo assim difamados como depressivos, pois acham beleza e graça até nas coisas que, para as "pessoas comuns", seriam mórbidas. È necessário uma investigaçao mais profunda para determinar se uma pessoa é ou nao gótica. A maneira que uma pessoa se veste nao determina essa condiçao; para algumas pessoas, a imagem de ser gótico é apenas isso, pessoas vestidas de preto. Parques públicos sao atrativos para as pessoas comeuns, os cemitérios tem a mesma atraçao para os góticos, pois sao lugares quietos, ideais para a reflexao. Assim como os cemitérios, parques, áreas de acampamentos, jardins, ruas ou praias desertas também sao opçoes para momentos de concentraçao.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Passagem de LILITH

Lilith é referida na Cabala como a primeira mulher do bíblico Adão, sendo que em uma passagem (Patai81:455f) ela é acusada de ser a serpente que levou Eva a comer o fruto proibido.

Na Bíblia

A palavra ocorre uma única vez, em Isaías 34:14: E as feras do deserto se encontrarão com hienas; e o sátiro clamará ao seu companheiro; e Lilite pousará ali, e achará lugar de repouso para si.

Obs: Nas traduções recentes da Bíblia a palavra Lilite é substituída por demônio ou bruxa do deserto. Fantasma, na Revista e Atualizada.

Judit Blair (2009) demonstra que todos as oito criaturas, que são mencionadas, são animais naturais.


No folclore hebreu

No folclore popular hebreu medieval, ela é tida como a primeira esposa de Adão, que o abandonou, partindo do Jardim do Éden por causa de uma disputa sobre igualdade dos sexos, chegando depois a ser descrita como um demônio.

De acordo com certas interpretações da criação humana em Gênesis, no Antigo Testamento, reconhecendo que havia sido criada por Deus com a mesma matéria prima, Lilith rebelou-se, recusando-se a ficar sempre em baixo durante as suas relações sexuais. Na modernidade, isso levou a popularização da noção de que Lilith foi a primeira mulher a rebelar-se contra o sistema patriarcal.

Assim dizia Lilith: ‘‘Por que devo deitar-me embaixo de ti? Por que devo abrir-me sob teu corpo? Por que ser dominada por ti? Contudo, eu também fui feita de pó e por isso sou tua igual.’’ Quando reclamou de sua condição a Deus, ele retrucou que essa era a ordem natural, o domínio do homem sobre a mulher, dessa forma abandonou o Éden.

Três anjos foram enviados em seu encalço, porém ela se recusou a voltar. Juntou-se aos anjos caídos onde se casou com Samael que tentou Eva ao passo que Lilith Tentou a Adão os fazendo cometer adultério. Desde então o homem foi expulso do paraíso e Lilith tentaria destruir a humanidade, filhos do adultério de Adão com Eva, pois mesmo abandonando seu marido ela não aceitava sua segunda mulher. Ela então perseguiria os homens, principalmente os adúlteros, crianças e recém casados para se vingar.

Após os hebreus terem deixado a Babilônia Lilith perdeu aos poucos sua representatividade e foi eliminada do velho testamento. Eva é criada no sexto dia, e depois da solidão de Adão ela é criada novamente, sendo a primeira criação referente na verdade a Lilith no Gênesis.

No período medieval ela era ainda muito citada entre as superstições de camponeses, como deixar um amuleto com o nome dos 3 anjos que a perseguiram para fora do Éden, Sanvi, Sansavi e Samangelaf para que ela não o matasse, assim como acordar o marido que sorrisse durante o sono, pois ele estaria sendo seduzido por Lilith.

A imagem de Lilith, sob o nome Lilitu, apareceu primeiramente representando uma categoria de demônios ou espíritos de ventos e tormentas naSuméria por volta de 3000 A.C. Muitos estudiosos atribuem a origem do nome fonético Lilith por volta de 700 A.C.

Ela é também associada a um demônio feminino da noite que originou na antiga Mesopotâmia. Era associada ao vento e, pensava-se, por isso, que ela era portadora de mal-estares,doenças e mesmo da morte. Porém algumas vezes ela se utilizaria da água como uma espécie de portal para o seu mundo. Também nas escrituras hebraicas (Talmud e Midrash) ela é referida como uma espécie de demônio.

Talvez dada a sua longa associação à noite, surge sem quaisquer precedentes a denominação screech owl, ou seja, como coruja, na famosa tradução inglesa da bíblia, na Bíblia KJVou King James Version. Ali está escrito, em Isaías 34:14 que … the screech owl also shall rest there. É preciso salientar, comparativamente, que na renomada versão em língua portuguesa da bíblia, isto é, na tradução de João Ferreira de Almeida, esta passagem relata que … os animais noturnos ali pousarão, não havendo menção da coruja, como é freqüentemente, muito embora erroneamente, citado no Brasil (tratando-se de um claro exemplo da forte influência da cultura anglo-saxã no mundo lusófono atual).

Na Suméria e na Babilônia ela ao mesmo tempo que era cultuada era identificada com os demônios e espíritos malignos. Seu símbolo era a lua, pois assim como a lua ela seria uma deusa de fases boas e ruins. Alguns estudiosos assimilam ela a várias deusas da fertilidade, assim como deusas cruéis devido ao sincretismo com outras culturas. A imagem mais conhecida que temos dela é a imagem que nos foi dada pela cultura hebraica, uma vez que esse povo foi aprisionado e reduzido à servidão na Babilônia, onde Lilith era cultuada, é bem provável que vissem Lilith como um símbolo de algo negativo. Vemos assim a transformação de Lilith no modelo hebraico de demônio. Assim surgiu as lendas vampíricas: Lilith tinha 100 filhos por dia, súcubus quando mulheres e íncubus quando homens, ou simplesmente lilims. Eles se alimentavam da energia desprendida no ato sexual e de sangue humano. Também podiam manipular os sonhos humanos, seriam os geradores das poluções noturnas. Mas uma vez possuído por uma súcubus, dificilmente um homem saía com vida.

Há certas particularidades interessantes nos ataques de Lilith, como o aperto esmagador sobre o peito, uma vingança por ter sido obrigada a ficar por baixo de Adão, e sua habilidade de cortar o pênis com a vagina segundo os relatos católicos medievais. Ao mesmo tempo que ela representa a liberdade sexual feminina, também representa a castração masculina.

Algumas vezes Lilith é associada com a deusa grega Hécate, "A mulher escarlate", um demônio que guarda as portas do inferno montada em um enorme cão de três cabeças, Cérbero. Hécate, assim como Lilith, representa na cultura grega a vida noturna e a rebeldia da mulher sobre o homem.

Nos dois últimos séculos a imagem de Lilith começou a passar por uma notável transformação em certos círculos intelectuais seculares europeus, por exemplo, na literatura e nas artes, quando os românticos passaram a se ater mais a imagem sensual e sedutora de Lilith (ver a reprodução do quadro Lilith de John Collier, pintada em 1892), e aos seus atributos considerados impossíveis de serem obtidos, em um contraste radical à sua tradicional imagem demoníaca, noturna, devoradora de crianças, causadora pragas, depravação,homossexualidade e vampirismo (ver texto gnóstico na seção de links externos). Podendo ser citados também os nomes de Johann Wolfgang von Goethe, John Keats, Robert Browning,Dante Gabriel Rossetti, John Collier, etc…Lilith também é considerda um dos Arquidemônios símbolo da vaidade.


sábado, 29 de maio de 2010

Hentai - informaçoes e imagens







Hentai (em japonês: 変態 ou へんたい?) é uma palavra japonesa que, nos países ocidentais, é usado para se referir, em especial, à pornografia nos estilos japoneses de desenho (anime e mangá). No Oriente, a palavra hentai significa metamorfose, pornografia ou perversão sexual; nunca é usado para referir a atividade sexual "normal", nem qualquer entretenimento de sexo explícito (vale lembrar que as palavras têm impacto diferente, se uma japonesa chama um amigo de hentai, é equivalente a tarado, ou pervertido, sem uma conotação suja e doentia).[1] Os termos 18-kin (18?, literalmente "18-proibido"), que significa "proibido a menores de 18 anos", e seijin manga (????, "manga para adultos" ) são usados pelos japoneses nesse sentido.[1] Outro termo utilizado para hentai no oriente é H-mangá (H??, pronúncia: /'e?t?m???g?/).
Acredita-se que o hentai seja inspirado em formas de arte erótica que já existem no Japão desde o Período Edo, que ocorreu de 1600 a 1867. Naquela época, eram comuns gravuras tradicionais, conhecidas como ukiyo-e, que versavam todos os temas, inclusive o sexo e a nudez.

Pensamentos e reflexões

"Passar do senso comum a consciencia filosófica
significa passar de uma concepçao fragmentária, incoerente,
desarticulada, implicíta, degradada, mecanica, passiva e
simplista a uma concepçao unitária, coerente, articulada,
explicita, original, intencional, ativa e articulada." (Demerval saviani)

A busca da verdade

"Deve-se exigir de mim que busque a
verdade, mas nao que a encontre." (Diderot)

"Nao exagere o cueto da verdade, nao há homem que ao fim
de um dia nao tenha mentido com razao muitas vezes." (Jorge Luiz Borges)

a busca por uma verdade universalmente válida é um
dos motores do pensamento filosófico.

"O homem é a medida de todas as coisas."
"as coisas parecem e sao de um jeito para uma pessoa e
de outro jeito para outra pessoa."

"A sociedade contemporanea é uma sociedade de
aparencia ou da essencia? Por que?

"...Nao é a consciencia dos homens que determina a sua
existencia, é, pelo contrário, a sua existencia que determina a sua existencia."

"...esquecenco ou ignorando a origem social das idéias e seu próprio trabalho para criá-las, acreditam que as idéias existem em sim e por si mesmas, criam a realidade e a controlam, dirigem e dominam.pouco a pouco, passam a acreditar que as idéias se produzem umas as outras, sao causas e efeitos umas das outras e que somos apenas receptáculos delas ou instrumentos delas. As ideias se tornam separadas de seus atores, transcedentes a eles: tornam-se um do outro." (Marilena Chauí)

sexta-feira, 28 de maio de 2010

A escultura




No gótico, a escultura vai assumindo uma autonomia própria, relativamente á arquitetura e a esta se subordina muito menos que a escultura romanica. A escultura se faz vivaz e serena, livre da preocupaçao da monstruoso e do terrífico. É mais sincera e humana. As esculturas das catedrais góticas sao demasiadamente numerosas para terem sido excutadas por um só homem, daí o resultado diferente nas suas realizaçoes, a escultura gótica é sobretudo sacra. É rigida por um código muito rígido para qualquer figura.

A decoraçaos dos vitrais

Na igreja gótica, a verdadeira pintura é a dos vitrais. A pintura ornamental subsiste,no entanto,nos capitéis, pilares e abóbadas.

Conclusao

Á medida que o arquitetonico gótico tornava-se mais requintadamente exato no cálculo de tensao e resistencia, pressao e distençao, os pilares maciços do interior romanico eram substituidos por grupos de colunetas; as paredes espessas abriam-se em imensas janelas e as abóbadas e torres subiam cada vez mais. Onde o romanico se mostrara sólido, fechado e triste, o gótico se mostrava gracioso, ininterruptamente espaçosos, maravilhosamente pleno na luz.
Somente com os grandes arranha-céus do século XX pôde a arquitetura realizar façanhas que se pudesse comparar á dos extraordinarios arquitetos góticos.

A arquitetura




A arte gótica desenvolveu-se a partir da romanica, mais é ousada e tem como caracteristica o arco em ogiva. Mas a verdade é que, se este elemento é fundamental no estilo gótico, aparece também em outros estilos. Embora sua manisfestaçao mais pura e típica seja a catedral, a arquitetura gótica nao é sinonimo de edificio religioso e tem, mais que a romanica, um vasto raio de realizaçoes: capelas, conjuntos abaciais, mercados, sedes de corporaçoes, casas e palácios particulares, fortalezas, muralhas de defesa, palácios públicos, batistéricos, hospitais e castelos.
A catedral

A catedral tornou-se o centro da cidade e todos contribuíam para a sau construçao, uma cidade rivalizando-se com a outra.
A construçao de uma catedral podia demorar,ás vezes,apenas a vida de uma geraçao,mas usualmente demorava a de várias.

A arte gótica - Conceito





"...as novas condiçoes de vida do fim do século XII desempenharam um papel determinante.Na França, a autoridade rela centralizadora tornou-se pouco a pouco mais poderosa.O sistema feudal nao tinha desaparecido,mas os grandes vassalos já nao eram tao independentes como no séculoXI.A criaçao de cidades importamtes, favorecidas pelos reis,modificou a estrutura da sociedade.No principio do século XIII, a França de Felipe augusto atingiu uma unidade desconhecida até entao,e esse esforço de centralizaçao foi continuado apesar das guerras e das crises politicas.Por outro lado os meios de comunicaçao melhoraram lentamente, permitindo por toda a parte um maior conhecimento das provincias vizinhas e das suas atividades. Essas transformaçoes favoreceram mais a elaboraçao de um estilo gótico frances do que de um estilo normando ou de um estilo provençal individualizados."

(História Mundial da Arte.Portugal,Livraria Bertrand,1997.)

continuaçao do conceito da arte gótica




Para muitos, falar em arte medieval é falar em arte gótica. Esta concepçao, que ignora as artes bizantina e romanica, é em parte justificável pelo fato de a arte gótica ser a mais espetacular da Idade Média.
A arte gótica foi apreciada de maneiras diferentes,consoante as épocas.Durante os séculos em que foi "moderna", era conhecida pelo nome de "obra francesa", termo que evoca sua principal origem.

Caracteristicas da arte gótica

Em geral, o gótico é mais homogeneo do que o romanico. Apesar de ser diferente na França, Inglaterra, Espanha e Itália e apresentar certas diversidades regionais dentro de cada país, essas variaçoes sao menores se comparadas com as que existem na arquitetura e escultura romanicas. Portanto, o gótico mostra uma substancial unidade. A catedral gótica tanto representava a obra da cidade e das operosas artes que a vida urbana suscitava, quanto fora a igreja romanica e a criaçao das comunidades rurais com as tranquilas artes dos monges e de seus auxiliares camponeses. Assim, enquanto a igreja tomara seus cargo a arte romanica, a arte gótica nasceu com as cidades.

O Castelo de Lobo

             Boa tarde gente bonita .... Maratona de livros dessa semana , mas para não fazer uma postagem muito grande, vou divid...